Artigo

Confiança nos homens, confiança em Deus

Quando confiamos no que é passageiro, afastamo-nos de Deus

O que mais me chama à atenção, no Evangelho de Lc 16,19, é a parábola do rico e de Lázaro,  quando Abraão diz a respeito dos irmãos do homem rico, pois, se não acreditava em Moisés nem nos profetas. Mesmo que um morto ressuscitasse e aparecesse para eles e lhes ensinasse o caminho correto, eles não acreditariam, uma vez que não acreditavam em Moisés. Pela vida que o rico e seus irmãos estavam acostumados a levar, o coração deles foi se endurecendo.

Não é pelo fato de ser rico que ele caiu nessa situação, é porque, ao se aplicar às coisas desta terra, esquecendo-se de que era cidadão do céu, e o coração dele foi se endurecendo.

Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

“Havia um homem rico, que se vestia com roupas finas e elegantes e fazia festas esplêndidas todos os dias” (Lc 16,19). Este homem não tinha outra ocupação e preocupação. Se ele se vestia com roupas bonitas e elegantes, e dava festas todos os dias, era porque foi uma pessoa que só se preocupava com as coisas passageiras.

A Palavra de Deus é sempre atual. As parábolas que Jesus contou servem para nós ainda hoje. Ele as utiliza, porque quer nos dar um grande ensinamento. Nós podemos perder a vida eterna por sermos cidadão da terra, mas não do céu.

A porta do céu está aberta para receber a todos, mas, se a pessoa vive “engordando” apenas o corpo, o orgulho e a vaidade, ela não vai conseguir entrar no Reino dos Céus.

“Isto diz o Senhor: Maldito o homem que confia no homem e faz consistir sua força na carne humana, enquanto o seu coração se afasta do Senhor” (Jr 17,5). Deus não está nos falando para não confiarmos uns nos outros, mas se trata de colocar a nossa confiança e nossa meta de vida n’Ele, e não fixarmos os nossos olhos e as nossas atenções nas coisas humanas, passageiras. Quanto mais colocamos a nossa confiança no que é passageiro, tanto mais nos afastamos de Deus.

Há um lugar no céu que é nosso, só nosso. Se não o ocuparmos, ele vai ficar eternamente vazio. Justamente porque estamos nos distanciando cada vez mais, não teremos como chegar lá e ocupá-lo. É por isso que Deus nos dá um dia por dia. Ele não fala de todos os anos que nós teremos, mas nos dá a graça de vivermos um dia após o outro. A cada dia, precisamos fixar o nosso coração em Deus, porque nós estamos aqui de passagem, como alguém que precisa fazer o caminho para chegar ao céu.

O mundo que está ao nosso redor é muito sedutor, mas, graças a Deus, a própria Palavra de Deus continua nos dizendo: “Bendito o homem que confia no Senhor, cuja esperança é o Senhor” (Jr 17,7).

As mulheres precisam confiar em Deus, porque, hoje, existe uma verdadeira guerra velada, uma conspiração contra elas. O inimigo, que é o príncipe deste mundo, está conspirando contra elas. Deus quer que você, mulher, chegue ao máximo, porque o Senhor precisa de você como precisou da Virgem Maria. A Igreja e o mundo precisam de você, é por isso que o inferno articulou toda uma conspiração contra a mulher.

Você não pode dar “bobeira”, não pode “cair na cantadinha” do mundo. Deus precisa de você. Fixe o seu coração em Deus, ponha a sua meta em Jesus. E você, mais do que ninguém, precisa dizer “Por hoje não vou mais pecar” e também “Ou santas ou nada”, porque a sua família precisa da sua santidade.

Eu posso dizer, sem receio, que, tanto quanto este mundo, Deus precisa da sua santidade. Você é muito mais do que o sal, a luz e o fermento, dos quais falou Jesus. Não perca a sua qualidade de sal, fermento e, principalmente, de luz, para este mundo.

Seu irmão,

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.