É possível viver da Providência?

Quando começamos a viver em comunidade, eu não tinha o que colocar à mesa para os jovens comerem. Mas, por diversas vezes, após a Missa, quando íamos para casa ver o que faríamos de almoço, encontrávamos, na mesa da cozinha, o alimento necessário para aquele dia. E nós nem ao menos sabíamos quem o tinha colocado lá! Não encontrávamos apenas carne, verduras e legumes, mas, muitas vezes, a comida já pronta. Não era um corvo, como diz a Palavra em 1Reis 17, que trazia o alimento para Elias, mas a providência de Deus, que sempre colocou os filhos d’Ele para nos trazer o necessário. Foi sempre assim na Canção Nova; nunca nos faltou nada. E até hoje continuamos dependendo só de Deus.

Sei que o Senhor prepara a Canção Nova para preparar você, é para isso que existem nossas frentes de missão espalhadas pelo Brasil, nossa Rádio, TV e Internet. É para o povo de Deus que existem os acampamentos de oração, nossos CDs, DVDs e livros. Tudo isso, porque precisamos depender unicamente do Senhor. Quando vier o anticristo, seremos “apertados” por todos os lados, mas teremos a certeza de que Deus, que proveu por meio de um corvo, água, pão e carne para Elias, todos os dias, que não deixou faltar nada para a Canção Nova durante todos os anos de sua existência, não vai deixar faltar nada para você e para a sua família.

É possível viver da Providência?!-940x500

Infelizmente, algumas pessoas vão aceitar o sistema do anticristo por medo, pensando na família e nos filhos. Mas os que forem fiéis a Deus, ao Seu sistema, à única e verdadeira religião, não lhes faltará o necessário. O Senhor lhes proverá o necessário, assim como fez com Elias, como faz com a Canção Nova.

Se formos fiéis no pouco, Deus nos confiará mais e nos dirá: “Vinde, benditos do meu Pai, recebei em herança o Reino que foi preparado para vós desde a fundação do mundo” (Mt 25,34b).

Não se desespere. Não se angustie. Confie nas promessas do Senhor! O Deus de Elias é o Deus de Jesus Cristo e o nosso Deus. Ele não mudou. Confie e não reclame. Pelo contrário, seja obediente e, principalmente, abra mão de todo supérfluo enquanto há tempo; senão, será muito mais difícil.

“Quanto aos que querem enriquecer, e nunca estão contentes com nada, caem na armadilha da tentação, em múltiplos desejos insensatos e perniciosos, e daí vem a corrupção, que mergulham os homens na ruína e perdição. A raiz de todos os males é, de fato, o amor ao dinheiro, o amor às riquezas, a ter mais e não se contentar com nada. Por se ter entregue a ele, essa raiz de todos os males é, de fato, o amor ao dinheiro, o amor às riquezas, a ter mais e não se contentar com nada. Por se ter entregue a ele, essa raiz de todos os males que é o amor às riquezas, ao conforto, ao esbanjamento, ao supérfluo, alguns se transviaram longe da fé e transpassaram a própria alma com múltiplos tormentos” ( cf. 1 Tm 6,9-10).

Artigo extraído do livro ‘Considerai como crescem os Lírios!’, de monsenhor Jonas Abib.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.