Reaja e continue a lutar!

O Senhor está dizendo a todos que a graça da conversão precisa ser consolidada! Quando o Senhor nos fala, não é para nos apontar o dedo e nos condenar. Pelo contrário, Deus não quer a morte do pecador, mas sim, que ele se converta e viva.

“Esses fatos lhe aconteciam para servir de exemplo e foram postos por escrito para instruir a nós, a quem coube o fim dos tempos” (I Cor 10,11).

Os fatos foram escritos para nossa advertência! A verdade é esta: o Senhor não está querendo castigar o Seu povo, pelo contrário, a briga d’Ele não é com o Seu povo, não é conosco, não é contra a humanidade vítima da tentação; a briga do Senhor é contra o inimigo… E você sabe quem é o verdadeiro inimigo.

O maligno constrói um castelo bonito, como aqueles que as crianças fazem na praia: um castelo de ilusão, malícia, corrupção, cobiça, ganância, impureza, pornografia, obscenidade. Ele parece até pomposo e firme, mas é de areia. Construído o castelo, ele mesmo vem e faz como as crianças: derruba tudo e dá risada!

Infelizmente, muitos foram vítimas de uma buscaram compensá-lo em relacionamentos errados.

Não podemos permitir que o inimigo deboche do nosso Deus, nos usando como vítimas; não fomos feitos para isso. Não deixe o inimigo continuar debochando do Senhor e rindo de você! Não estrague sua vida! Talvez você não tenha percebido ainda, pois no começo é “aquele embalo”. Parece tudo muito bom e muito gostoso, uma linda aventura! Mas você está sendo ingênuo e iludido pelo inimigo. Talvez você nunca tenha encontrado alguém com quem pudesse abrir o coração e falar da sua situação, sem receio. Alguém que levasse você a sério e acreditasse na sua recuperação.

Ouça o que o Senhor lhe diz: “Você tem solução!”

É preciso recorrer aos meios que Ele lhe dá, mas é importante também a sua decisão. Se você já foi vítima, vai precisar de muito empenho para lutar contra o tudo é permitido.

Trecho do livro

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.