'Fala, Senhor, que teu servo escuta'

Se não pararmos para ouvir a Deus, como aconteceu com Samuel, que estava dormindo no templo do Senhor, onde estava a Arca da Aliança, o lugar onde há a presença viva de Deus, não vamos crescer nem humana nem espiritualmente. Mas, como ele era muito jovem não foi capaz de perceber que era o próprio Senhor que o chamava. Por causa da situação em que o povo se encontrava, a Palavra do Senhor era rara e as visões não eram freqüentes naquele tempo. Heli, sacerdote responsável pelo local sagrado, percebeu, então, que o Senhor queria falar com o menino [Samuel], dar-lhe instruções, por isso pediu para que este dissesse: “Fala, Senhor, que teu servo escuta” (1 Samuel 3, 1-10ss).

Precisamos ter a graça de aprender a ouvir a Deus, porque isso é um aprendizado. Não que o Senhor nos vá falar com uma voz audível, mas o faz em nosso interior, no nosso coração. Só assim teremos a coragem de mudar as coisas, primeiramente neste templo que somos nós. Há desordens em nosso templo que precisam ser corrigidas urgentemente. Ninguém pode levantar o dedo para os outros, porque a desordem começa em cada um de nós. Há também coisas que precisam mudar em nossas casas, no entanto, nem sempre sabemos como realizar isso.

Você e eu precisamos ouvir a Palavra de Deus, mas, muitas vezes, é de madrugada ou bem de noite que faremos isso, quando todos forem dormir. Só aí teremos tempo e ambiente para aprendermos a ouvi-Lo, a falar com Ele e a entrarmos em ação. Por isso, peça do fundo do seu coração: “Fala-me, Senhor, que teu servo escuta”.

Seu irmão,

Monsenhor Jonas Abib

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.