O perdão e a cura

O perdão é fundamental para que aconteça a reconciliação com Deus e com os irmãos

Muitas vezes nos dirigimos a Jesus para pedir a cura e a libertação, mas o nosso coração está tão repleto de ressentimento e mágoas que a cura não acontece.

“Perdoa ao próximo que te prejudicou: assim, quando orares, teus pecados serão perdoados. Um ser humano guarda raiva contra outro: como poderá pedir a Deus a cura?” (Eclo 28,2-3). Mesmo não tendo conhecido os nossos antepassados, eles precisam do nosso perdão. Em nossa árvore genealógica, muitos casos dolorosos de morte, traição, sofrimento, ódio, vingança precisam alcançar a misericórdia de Deus.

Quantas pessoas rejeitaram sua origem, sua raça, porque souberam de histórias dos seus antepassados, situações de crueldade, parentes que causaram vergonha para a família. Eles precisam do perdão para serem curados. Muitos precisam perdoar o pai, a mãe, os parentes próximos que já morreram, mas não tiveram tempo de se reconciliar.

O perdão nos liga novamente a essas pessoas. Quantos de nós precisam perdoar e serem perdoados. Quantas pessoas precisam perdoar a Deus, porque não sentem o seu amor, nem mesmo o amor humano, tal foram os acontecimentos dolorosos de suas vidas. Assim, por não terem superado o sofrimento, formaram uma barreira com Deus, uma “pedra” no relacionamento com o Senhor.

É necessário que o perdão aconteça, porque Jesus nos dá a garantia com a sua palavra: “Em verdade vos digo, tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligares na terra será desligado no céu” (Mt 18,18).

O perdão é fundamental para que aconteça a reconciliação com Deus e com os irmãos. A falta de perdão, na maioria das vezes, torna a pessoa fria e indiferente a religião.

Deus quer nos curar de fatos incompreensíveis e sem explicação de nossa vida, por isso neste dia se abra ao perdão.

Deus o abençoe!

Seu irmão,

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.