Rezem o rosário

A eficácia do Rosário não vem dos homens, mas do céu

Precisamos ser orantes! Nossa Senhora tem insistido conosco sobre a importância do Rosário. O problema é que não compreendemos o seu valor.

Achamos que o Rosário é uma simples repetição de Pais-Nossos e Ave-Marias, meditando os mistérios. Na realidade, quem torna eficaz essa forma de oração não somos nós, é Deus.

Como acontece na Eucaristia: antes, é simples pão, feito com um pouco de farinha e água; mas, após a consagração, pela eficácia do poder do Espírito, torna-se Jesus vivo no meio de nós.

A eficácia do Rosário não vem dos homens, mas do céu. A recitação do Rosário teve início em 1200. Nossa Senhora revelou a São Domingos a eficácia, a “violência” do Rosário.

Havia, na época, hereges que faziam mal à Igreja, sem que ninguém conseguisse detê-los. São Domingos de Gusmão, fundador dos dominicanos, ia de cidade em cidade, a todas as paróquias, rezando o Rosário com as pessoas, e a situação começou a mudar.

Como resultado, os hereges começaram a se converter. Basta lembrar o que Nossa Senhora falou em Lourdes, em Fátima e o que tem falado em Medjugorje.

Até quando Ela vai ter de insistir conosco para que compreendamos o valor dessa oração? Não esperemos ter tempo! Lavando roupa, cuidando da casa, indo para o trabalho (…).

Você pode ir rezando o Rosário. Você pode também rezar um mistério, depois outro, e outro, e assim vai. Comece hoje!

Deus o abençoe!

Seu irmão,

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.