Como João Paulo II, "Não tenhais medo"

João Paulo II, agora na vida eterna, continua a nos dizer com a mesma força e insistência com que nos dizia aqui na Terra: “Não tenhais medo”. Na verdade, ele realizou o sonho profético de Dom Bosco: se posicionou bem na frente da Barca da Igreja e, enfrentando toda a tempestade e batalha em derredor, conduzia-a com segurança para um porto onde estavam duas colunas: sobre uma estava a Eucaristia e sobre a outra, Maria. Quando a nau ancorou nesse porto, os inimigos se afastaram e rapidamente desapareceram. Ao mesmo tempo a tempestade se desfez e o céu se iluminou.

Essa foi a grande obra de João Paulo II, o nosso inesquecível João de Deus. Não somente ele levou o mundo para os caminhos da paz, mas foi quem garantiu a segurança para a Igreja nos tempos difíceis que vivemos. Na sua vida, e agora na sua morte, ele clama com aquela voz firme e forte de seus melhores tempos: “Não tenhais medo!” Aconteça o que acontecer, abri as portas ao Redentor! Mais ainda: escancarai as portas, para que entre o Senhor, o Poderoso nas batalhas. Ele é o Rei da Glória! O nome que escolhemos, Fundação João Paulo II, foi uma justa homenagem ao grande comunicador que o mundo viu nos últimos tempos.

Festejando agora o Jubileu de Prata, 25 anos da Rádio Canção Nova, nós pedimos a intercessão dele para levarmos em frente a Nova Evangelização que ele tanto desejou. Nova no seu ardor, nova nos seus métodos e nova na sua expressão. Agradecemos a Deus por nos ter dado instrumentos tão valiosos. Como nos diz o “Evangelii nuntiandi”, podem levar quase ao infinito as possibilidades de anunciar o Evangelho sobre os telhados e assumimos o compromisso de utilizá-los sempre e somente para que a graça de salvação, que o Evangelho nos traz, chegando a todas as criaturas até os confins da Terra.

Nada pode nos atemorizar. Nada pode nos prender. É preciso caminhar para águas mais profundas e aí lançar as redes. Está ainda ressoando em nossos ouvidos a voz de barítono do Papa cantando conosco na sua primeira visita ao Brasil: “Senhor, tu me olhaste nos olhos, a sorrir pronunciaste o meu nome. Lá na praia eu larguei o meu barco, junto a Ti buscarei outro mar.” Não perdemos um pai. Ganhamos um intercessor junto a Deus. Ele continuará nos dizendo até o fim dos tempos: “Não tenhais medo!” Deus abençoe você e sua família.

Padre Jonas Abib

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.