Neste carnaval busque águas limpas

Deus nos mostra que o pecado tem início no interior dos nossos corações. No Evangelho de São Marcos, capítulo 7 e versículo 20 – 23, está escrito: “O que sai da pessoa é que a torna impura. Pois é de dentro, do coração humano, que saem as más intenções: imoralidade sexual, roubos, homicídios, adultérios, ambições desmedidas, perversidades; fraude, devassidão, inveja, calúnia, orgulho e insensatez. Todas essas coisas saem de dentro, e são elas que tornam alguém impuro”.

Queridos, estejam atentos a esta investida do inimigo, principalmente no período do Carnaval, quando ele quer despertar em nós o desejo de querer e cobiçar tudo, nos fazer corruptos e assim nos tornar uma chaga só. A corrupção vem do profundo do inferno e o inimigo está inclemente para que a partir da cobiça sejamos levados à corrupção e à sexualidade desenfreada.

É justamente dessa forma que o mundo quer que vivamos, conforme esta mentalidade, do prazer imediato e inconsequente. Podemos até ser muito da Igreja e trabalhar por ela, mas ainda estamos vivendo neste ritmo mundano. Isso precisa acabar em nossas vidas, e realmente decidirmos viver a Palavra de Deus.

Não olhe para o passado, mesmo que tenha sido ontem. Não mudamos o passado, e o Senhor está fazendo e suscitando coisas novas. Nisto devemos colocar o nosso foco. Podemos ver nestes dias como o próprio Espírito Santo está suscitando o “novo” na sua Igreja. Olhe para estes sinais de Deus, porque, senão, viveremos num eterno pessimismo. E onde está o ontem? Onde está o ano passado? Já não estão mais. Os nossos olhos precisam mirar para frente, para o alto.

Veja o exemplo da corça, ela não bebe água suja, pois sempre busca mais à frente a água limpa, a mais limpa que conseguir. Faça assim também, busque as águas do Senhor! Do Alto, do céu. Não contamine o seu interior pelas “águas sujas” que já passaram. Às vezes, são como “águas de esgoto” que já passaram, mas, infelizmente, fixamo-nos nelas.

Não admita mais beber das águas sujas. Seja como a corça. É preciso subir e chegar aos picos, e nesta subida sentiremos ainda mais sede, mas não se permita beber água podre.

E onde está a água pura? Nas chagas abertas de Jesus. Água do Espírito, do Sangue da redenção!

É triste quando nos viciamos no pessimismo e no pecado, pois assim estamos bebendo “águas putrefatas”. Queira ser e ver a mudança. Se você muda, as coisas mudam. Deixe-se mudar. O Senhor precisa de pessoas que creiam e que confiem no impossível. Este é o tempo da misericórdia como nunca existiu antes. É um tempo privilegiado, pois o Senhor é bondoso e compassivo.

Monsenhor Jonas Abib

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.