Não pela força, mas pelo Espírito

Não é à base de grito, mas pelo poder do Espírito Santo

“Não pelo poder nem pela força, mas por meu Espírito, declara o Senhor de todo poder” (Zc 4,6)

Muitas vezes, queremos resolver as coisas na força, na base do grito. Desse modo, movidos pelas emoções, falamos, brigamos e xingamos. Mas nossas emoções nos traem e prejudicam. Muitas coisas fazemos por causa das emoções, quando, na verdade, nunca poderíamos ter feito daquela forma. Nós nos deixamos levar pela emoção, pelo sentimento. Em geral, enfrentamos os problemas do casamento movidos pelo sentimento, pela emoção. Falamos o que não poderíamos ter falado e estragamos muitas coisas.

Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Que seu coração e sua cabeça aprendam isso: para perdoar o irmão, abra o coração e viva o amor. Se não for pelo Espírito, não perdoamos mesmo. Quantos pais se decepcionaram com seu filho, sua filha e os colocou para fora de casa! Mas é preciso mudar e não resolver as coisas assim. Muitos filhos também partiram para o ressentimento e para a mágoa por coisas que os pais fizeram, mas é preciso dizer que essa revolta não vem de Deus. As pessoas erram, até os bons pais erram.

É preciso viver o amor, não continue sendo trouxa do tentador, que, covarde e sujo, colocou veneno de revolta no seu coração. Quanto pai e quanta mãe ainda conservam revoltas do tempo de jovens, adolescentes e crianças! Isso precisa acabar. O que mais o tentador deseja, no dia de hoje, é explodir nossas famílias, e ele nos usa para conseguir isso. Ele procura e coloca em nossa frente motivos para nos decepcionarmos. Ele quer usar de nós para sermos “bucha de canhão” para explodir com nossa família.

A decepção nos faz agir movidos pelo instinto e a fazer coisas que nem sabíamos que eramos capazes de fazer. Se não se faz para fora, explode para dentro. É aí que nos tornamos instrumentos do tentador, isso não pode continuar. Mas nessa situação em que você se encontra só Deus pode ajudá-lo. Às vezes, não é revolta, apenas mágoa e ressentimento. Muitas pessoas não têm mais paz, porque vivem decepcionadas, sentem-se traídas, vivem “explodindo”.

Os motivos pelos quais você está ressentido e triste podem matá-lo, pois não há neles utilidade nenhuma. Deus quer acabar com suas atitudes erradas.  É Ele quem está aí para lhe dar a mão. O Senhor está lhe dizendo: “Abra-se para receber meu Espírito Santo”, Ele O está dando a você de graça.

Seu irmão,

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.