Sua vocação é linda. Assuma-a!

A sua vocação é linda! Ela é sublime

Hoje eu digo para você: seja em que ponto você esteja na sua trajetória, assuma hoje a vocação que Deus tem para você. Ela existe. É bíblico: Deus já criou você em vista das boas obras que Ele preparou, de antemão, para que você investisse a sua vida nelas.

E não pense que existem vocações “maiores” e “menores”; não pense que a sua vocação de mãe, sua vocação de esposa, de dona de casa, seja menor do que a minha vocação ou de alguém que se consagra numa vida religiosa. Não existe vocação “maior” e vocação “menor”.

São João Paulo II, para ter sido o Papa que foi, precisou ter um pai e uma mãe.  A vocação de seus pais  foi a de ser esposos e, assim, dar à luz, criar, educar, formar e dar a Deus aquele que foi João Paulo II. E, para Deus, João Paulo II, seu filho – ou sua filha – são iguais. 

Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

 A sua vocação é linda! Ela é sublime. Ela “custa” suor, sangue e lágrimas. Custa e vai custar. Sua vocação é linda e é preciso que você a assuma.

A nossa vocação não é somente algo natural. Jesus disse a Pedro e a André, a Tiago e a João: “Vinde após mim, e eu farei de vós pescadores de homens”.

Todos nós nesta caminhada, nesta trajetória, somos pescadores de homens. E como você pode realizar isso? No lugar onde você reside e no meio de seus parentes, amigos e vizinhos. No seu local de trabalho, onde você tem os seus colegas de serviço. Lá na sua paróquia. Você tem aí, nestes lugares, as almas que Deus, de antemão, já preparou para que você as fecundasse, as preparasse e levasse pelos caminhos d’Ele, para que estas almas sejam d’Ele. Você é pescador (a) de homens!

E eu digo aos pais: assumam a sua vocação de pais. E assumam também a sua vocação de pescadores de homens dentro do seu caminho, dentro do seu chamado. Também vos digo: pelo amor de Deus, não impeçam a vocação de seus filhos!

Infelizmente os pais, por uma incompreensão, por um cálculo totalmente humano, por uma “previdência” humana, querem estabelecer – por si próprios – o caminho de seus filhos! Já querem que seu filho seja “isso”, ou que a filha seja “aquilo”, que faça “este” estudo, que vá para “esta” faculdade, e depois tenha “esta” profissão, e depois faça “assim” e se case com “fulano”, e que tenha “essas” garantias.

Pai e mãe, deixem de atrapalhar a vida do seu filho! Deixem de desviar o seu filho do caminho! Porque vocês não o estão levando à felicidade. Vocês estão o levando à infelicidade. Porque é bíblico: Deus já criou seu filho – e sua filha – para as boas obras que, de antemão, Ele já preparou para que eles praticassem. E não aquilo que vocês querem. Não o estudo, a faculdade e a profissão que vocês querem. Casando-se com a pessoa que vocês querem por causa de seus interesses, por causa da sua necessidade em dar garantias para seus filhos. Não é nada disso!

Eu sei que vocês fazem isso por amor. Um amor mal-entendido. Um amor, mas sem discernimento. E Deus está dizendo a vocês: não impeçam seu filho de seguir sua vocação.

Seu irmão,

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.