Aprenda a lutar contra a indisposição

O Senhor me criou para adorar, por isso me atrai e me puxa para Ele: ‘Senhor, estou me sentindo indisposto, estou sentindo como se uma força me puxasse para trás. Senhor, puxa-me e me atraia para Ti! Espírito Santo, ensina-me a adorar ao Senhor’.

Você tenta concentrar-se em Deus, mas os seus pensamentos não param de borbulhar. Lute! Aprenda a lutar contra sua indisposição. E apesar de se sentir assim, não deixe de adorar em espírito e verdade.

Adorar em espírito e verdade é oferecer e entregar, como um sacrifício de amor ao Senhor, a minha vida do jeito que ela está. Muitas vezes, queremos nos disfarçar como um inseto que se camufla com a cor de uma folha de árvore ou o aspecto de um galho. A própria natureza o camufla para que ele não seja devorado. Infelizmente, muitas vezes nos camuflamos, queremos ir para a adoração e representar uma vida que não é nossa.

Queremos chegar à adoração falando: ‘Senhor, eu Te louvo! Bendigo-te! Glórias a Ti, Senhor!… Mas, muitas vezes, não é nada disso que estamos sentido e nossa vida não é essa. Parece que sentimos vergonha de apresentar nossa vida da forma que ela está. Então passamos a não adorar em espírito e verdade, mas em mentira. Passamos a mostrar para o Senhor uma vida que não vivemos. Hoje, podemos estar tristes, com o coração despedaçado por algo que aconteceu, e talvez por aquilo que vivemos no casamento, no trabalho ou com os filhos.

Vá para a adoração assim e mostre para o Senhor o seu coração despedaçado. Não o camufle dizendo ‘glória a Deus’, da boca para fora), mas com o coração despedaçado, ou então, diga glória a Deus com o coração despedaçado mesmo, desde que haja sinceridade. Santa Teresa diz que a verdade é fundamental na oração: ‘Senhor, eu Te glorifico neste estado em que estou. Senhor, estou destruído e até tenho vontade de morrer ou fugir, mas é assim que eu Te adoro, é assim que ofereço a minha vida. Não tenho outra coisa para oferecer em oferta de amor e sacrifício. Senhor, porque Tu me amas, o que tenho para Te oferecer são os meus ‘pedaços’. Meu coração e minha vida estão despedaçados, mas é isso que eu Te ofereço’.

Seu irmão,

Padre Jonas Abib

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.