Não tenha medo de amar!

Deus nos chama a viver o amor hoje. Conhecer é a base de tudo. É Ele quem deflagra o acolher, o assumir-se e o cooperar na realização do que cada um é. É preciso reconhecer cada pessoa. O ato de reconhecê-las traz a nota de uma atitude ativa, de um aplicar-se no reconhecer a realidade, a função e o desempenho de um membro do seu próprio corpo. Há aqui uma dupla dimensão: É necessário, de cada um, o empenho de se dar a conhecer a si e aos demais e de se deixar conhecer pelos outros.

Não se trata de um conhecer exterior, simplesmente intelectual. É muito mais. É o resultado de um penetrar-se uns nos outros, nos meandros das próprias vidas. Temos a grande sorte de vivermos juntos em família, em comunidade. Não podemos desperdiçar essa chance única. O mesmo serve para as famílias e as muitas comunidades em que estamos inseridos.

É no viver juntos que nos conhecemos e ‘soltamos’ as guardas e nos deixamos conhecer. Não é coisa fácil. Causa-nos até arrepios, talvez. Mas é preciso viver essa aventura, que exige de nós um empenho pessoal, crescente, de ir abrindo as guardas e ir se deixando conhecer. Só se ama aquilo que se conhece. Só se conhece aquilo que se ama. Estou pedindo a Deus que o seu coração se abra para estar com aqueles que Ele colocou ao seu lado.

Deus abençoe você,

Pe. Jonas Abib

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.