O Senhor verdadeiramente ressuscitou, Aleluia!

Se alguém perguntar qual é a nossa esperança… Se questionarem: O que os cristãos esperam de fato? A ressurreição é a nossa resposta. Nós vamos ressuscitar com Jesus. E a Páscoa é este tempo de graça em que toda a Igreja brada a plenos pulmões a mais linda e comovente de todas as notícias: Jesus ressuscitou. Sim! Jesus está vivo e tem o poder de nos resgatar da morte! Essa é a nossa fé.

Em Sua cruz, Jesus deu a vida por nós, mas, uma vez ressuscitado, Ele tem o poder de dar a Sua vida a nós. Não só pode como já a deu por meio de Seu Espírito Santo. Em Sua ressurreição, Cristo venceu o pecado e seus males, de forma que, agora pode nos libertar de toda força de morte.

O mal foi derrotado. O pecado foi vencido. Já não existe corrente nem prisão espiritual, por mais fortes e antigas que sejam que não possam ser despedaçadas pela mão poderosa de Deus, pelo vigor espiritual que jorra do coração de Jesus ressuscitado. Para que isso fosse possível, o Senhor passou por uma morte terrível, mas, ao terceiro dia, o sepulcro explodiu incapaz de conter tanta vida. O Pai não deixou Seu Filho entregue à morte. Ao contrário, levantou-O de Sua humilhação e concedeu-Lhe todo o poder, de modo que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho no céu, na terra e no inferno.

Ser salvo por Deus é justamente isto: ser alcançado pelo poder da ressurreição de Cristo, já enquanto vivemos neste mundo. Quando isso acontece, a gente renasce, uma nova vida tem início imediatamente para nós. Uma vida infinitamente mais saudável, mais rica e mais feliz. Jesus Cristo morreu e ressuscitou para nos dar essa vida, porque nos ama, porque se compadeceu ao ver os nossos inúmeros sofrimentos. Ele veio nos libertar. As curas que realizou no passado e continua realizando, hoje, são um sinal claro de que Deus é por nós.

O Senhor não só tem o poder de curar, mas também de perdoar os pecados. Ele veio salvar a pessoa inteira: alma e corpo. Ele é o médico e o remédio. E para fazer com que essa vida nova aconteça em mim e em você, Ele pergunta: “Você crê em mim? Crê na força de minha ressurreição? Você aceita a salvação que estou lhe oferecendo?”

Pela fé, Cristo se põe ao nosso alcance e se deixa tocar por todos os que precisam d’Ele. Seu amor é tão grande que assume as nossas misérias: “Ele levou nossas enfermidades e carregou as nossas doenças” (Is 53,4).

Na cruz, Jesus tomou sobre si todo o peso do mal, e ao ressuscitar destruiu o pecado com seus efeitos. Ele é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (cf. Jo 1,29). Se, por um lado, Jesus não curou a todos os doentes neste mundo; por outro, a ninguém negou a sua vida. Suas curas são sinais de que chegou o tempo da salvação – tempo de alegria e de festa. Elas apontam para uma cura mais radical: a vitória sobre o pecado e sobre a morte por sua Páscoa, por sua ressurreição.

Enquanto vivemos neste mundo, a fé é a única maneira de tocarmos o Senhor e experimentarmos já a Sua salvação. Aqueles que encontraram Jesus na fé sabem que d’Ele continua a sair uma força suficientemente poderosa para transformar toda a vida deles.

Aproxime-se mais do Senhor. Ore. Peça a Ele: Jesus, toca-me! Jesus, cura-me! Jesus, salva-me!

É Páscoa, é tempo de salvação. Creia em Jesus! Creia em Seu amor por você! Com a graça de Deus as coisas vão mudar, a sua vida vai se renovar.

Alegria minha, alegria nossa,

Monsenhor Jonas Abib

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.