A presença dos anjos em nossa vida

Os anjos são uma realidade de fé

Os anjos são servidores e mensageiros de Deus, pois “contemplam constantemente a face de meu Pai que está nos céus” (cf. Mt 18, 10), diz Jesus. Mas também são poderosos executores da sua Palavra, obedientes ao som dela (Sl 103,20).

O Catecismo da Igreja Católica nos diz: Eles aí estão, desde a criação e ao longo de toda a história da Salvação, anunciando de longe ou de perto esta salvação e servindo ao desígnio divino de sua realização: fecham o paraíso terrestre, protegem Lot, salvam Agar e seu filho, seguram a mão de Abraão, comunicam a lei por seu ministério, conduzem o povo de Deus […]. Desde o início até a morte, a vida humana é cercada por sua proteção e por sua intercessão. “Cada fiel é ladeado por um anjo como protetor e pastor para conduzi-lo à vida” (CIC 332-336).

Cada um de nós vive esta graça: existe um anjo ao nosso lado, um espírito celeste maravilhoso, que nos acompanha desde a nossa concepção no ventre de nossa mãe.

O que nos cabe é assumir a presença desse anjo como servidor e mensageiro de Deus, que intercede e suplica ao Senhor por cada um de nós. Hoje, os anjos querem nos conduzir.

Eles são nossos companheiros e guardas, cuja missão é comunicar a vontade de Deus e nos encaminhar até ela, rogando por nós e falando à nossa consciência. Por isso, quando oramos, eles se associam a nós.

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

 

Adquira o livro “Anjos, companheiros do dia a dia”, de monsenhor Jonas Abib

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.