Vai, e faze tu o mesmo

A parábola do bom samaritano (Lc 10, 25-37) é muito conhecida por todos nós. No diálogo de Jesus com aquele doutor da lei, encontramos uma ordem que é para todos nós. Vai valer a pena você ler.
O homem pergunta para Jesus quem é o seu próximo e ele lhe conta esta parábola e no final lhe pergunta: “Qual destes três parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos ladrões? Respondeu o doutor: Aquele que usou de misericórdia para com ele. Então Jesus lhe disse: Vai e faz tu o mesmo”

Geralmente pensamos que se trata de uma parabolazinha a respeito da caridade, do dar esmola. Não é isso. “O bom samaritano” é uma parábola messiânica: fala do Messias e da sua missão.

E esta é a nossa missão, de fazer o mesmo a qualquer homem, a qualquer criatura. Jesus o samaritano viu a situação daquele homem e compadeceu-se dele. Compadecer-se quer dizer: padecer + com. Jesus sofreu com a nossa situação. E hoje continua sofrendo. Ele sofre por nossa causa. E o que fez o Samaritano-Jesus? Desce de sua montaria. Debruça-se sobre cada um de nós e quer continuar debruçar-se sobre cada homem, em nós e por meio de nós.

Somos os braços e as mãos de Jesus, por isso ele nos envia sem cessar o Seu Espírito Santo: para sermos Jesus para nossos irmãos.

Seu irmão,
Pe. Jonas

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.