Monsenhor Jonas Abib

Curando as feridas do coração

Problemas podem causar feridas em nosso coração, e se essas feridas não são tratadas, acabarão infeccionadas.

Existem muitas pessoas “infeccionadas” na alma, no coração. Não conseguem mais viver a vida: só enxergam a ferida. O problema toma conta de sua essência, de seu pensar.

Com frequência, a solução do problema não está ao nosso alcance, porque ele não depende de nós, mas de outros. Por exemplo: se o problema que o angustia é o adultério de seu cônjuge, a revolta de uma filha ou a vida nas drogas de um filho, é certo que a solução do problema não está diretamente em suas mãos. Depende de seu cônjuge, de sua filha ou de seu filho aceitar, ou não, a graça de Deus.

Deus quer mudar a vida de cada um deles, mas tudo depende deles mesmos: cabe a eles se abrirem à ação de Deus. Enquanto eles não se abrem e não aceitam, a mudança não acontece, porque ela não depende de Deus, e muito menos de você, mas de cada um deles. É uma questão de se abrir e de aceitar.

Nessa hora, Deus entra para curá-lo. Ele sabe que os problemas que você enfrenta já o machucaram demais.  Por isso Deus quer cuidar de você, justamente porque o problema não se soluciona. Ele quer curar o seu coração já tão machucado.

E você precisa permitir que Deus entre em sua vida e cure o seu coração, mesmo que os problemas que lhe causam angústia não tenham ainda se resolvido.

Deus abençoe!

Seu irmão,
Monsenhor Jonas Abib

Trecho extraído do livro: “Combatentes no Perdão”, de monsenhor Jonas Abib

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.